[Resenha] Carol, Patricia Highsmith

14:21


Oi pessoal!

Carol é um romance escrito por Patricia Highsmith e se passa na década de 1950 sendo narrado através do ponto de vista de Therese Believet, garota de 19 anos que tem um trabalho temporário numa loja de brinquedos enquanto almeja ser uma cenógrafa de teatro. Nessa loja ela acaba por conhecer  Carol Aird, cliente que faz Therese ficar encantada a ponto de a mesma enviar um cartão de felicitações para  iniciar uma amizade que mais tarde vira algo além disso.

Therese namora Richard que está sempre contestando os sentimentos que a mesma começa a nutrir  por Carol. Essa ,por sua vez, está em processo de divórcio com o ex-marido Harge que a manipula usando a filha que eles tem em comum, Rindy ,como objeto de chantagem.

No meio disso, Carol propõe a Therese acompanhá-la numa viagem de carro pelos Estados Unidos, e os passeios de hotel em hotel faz  ambas se aproximarem ainda mais e da mais coragem para encararem seus sentimentos.

"E toda noite. Cada noite era diferente, e cada manhã. Possuíam, juntas, um milagre."

O problema é que o que parecia ser algo positivo vira um pesadelo quando ambas descobrem estarem sendo vigiadas por um detetive mandado por Harge e o que era para ser um passeio vira uma fuga que causa vários questionamentos sobre como elas poderiam levar aquele relacionamento adiante  no meio do caos.

"Havia simplesmente as manhãs, manhãs em qualquer lugar, quando podia levantar a cabeça do travesseiro e ver o rosto de Carol e saber que o dia lhes pertencia e nada podia separá-las"


Eu simplesmente adorei a estória e o modo sensível como a autora descreve as personagens e o jeito com que elas se relacionam, porém, fiquei um pouco perdida em alguns momentos pois o tempo em que as coisas acontecem em algumas cenas não fica tão bem explicado e isso pode confundir o leitor. 

Fora isso Carol -ou O Preço do Sal que é o título original- é uma leitura que vale a pena e uma curiosidade sobre o livro é que ele é considerado o primeiro romance homossexual (mais precisamente lésbico) a ter um final feliz! A própria autora fez algumas criticas a isso em entrevistas pois ela afirma ter recebido várias cartas de agradecimento, depois do lançamento da obra, de pessoas que estavam cansadas de ler estórias em que o casal homossexual tinha um fim trágico como se estivessem "pagando pelo crime de ser homossexual".

A obra também ganhou uma versão cinematográfica em 2015 dirigida por Todd Haynes, tendo Cate Blnchett e Rooney Mara como protagonistas. Apesar de não ter assistido ainda, estou curiosa para conhecer a adaptação que teve cinco indicações ao Globo de Ouro .



Adquira o livro aqui e não deixe de seguir o blog e as redes sociais  FacebookTwitterInstagram, obrigada.

Nota: A editora Aleph está oferecendo 15% de desconto em seus livros com o cupom ALEPH15, a promoção vai até hoje as 23:59, saiba mais clicando no banner abaixo:


You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Curta a fanpage

Instagram Images